Araçá-rosa – Benefícios Alimento Remédio

O Araçá-Rosa (Psidium cattleianum) é nativa do sudeste do Brasil. Ele cresce geralmente em planícies costeiras e Mata Atlântica até cerca de 1.200 m de altitude e é ocasionalmente cultivada como uma árvore frutífera ornamental. O pé araçá-rosa geralmente mede em média entre 1 a 5 metros de altura, e o seu fruto é variável, variedades amarelas sendo mais comum que a vermelha.

As frutas do araçá são comestíveis e com elas podem ser feitos suco e outros produtos alimentícios. Sua casca lisa e folhas brilhantes também torná-lo uma espécie ornamental atraente. Existem inúmeras variedades de araçás entre eles: araçá-branco, araçá-cinzento, araçá-rosa, araçá-vermelho, aragá-verde, araçá-amarelo; araçá-do-mato, araçá-da-praia, araçá-do-campo, araçá-de-festa; araçá-de-minas, araçá-de-pernambuco, araçá-do-pará; araçá-de-coroa, araçá-boi, araçá-pêra, araçámanteiga; araçá-de-folha-grande, araçá-de-flor-grande, araçá-miúdo, araçá-mirim; araçá-guaçu, araçá-peba, araçá-piranga, araçás araçanduba; araçá comum, araçá-verdadeiro ou, simplesmente, araçá.

O araçá, é uma fruta indicada para curar diversas doenças, é rico em minerais  como cálcio, fósforo e ferro são calmante, combate diversas doenças inflamatórias da boca, garganta, intestinos, órgãos genitais, cura a diarréia, anti-hemorrágico. Ele também é útil na prevenção e combate à osteoporose, descanso mental e anemia. O óleo extraído de suas folhas é utilizado como antidiarreico e muitas vezes é também utilizado como antibiótico, por apresentar forte atividade contra bactérias.

O araçá-rosa apresenta ainda, teor de vitamina C, proporcionalmente quatro vezes maior que os frutos cítricos. Outra forma de aproveitamento desses frutos é a elaboração de sucos.





Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *