Cebola – Origem Beneficios Preço

O que seria a culinária sem cebola? A cebola tem sido utilizada como ingrediente em vários pratos a milhares de anos por muitas culturas ao redor do mundo.

Há muitas variedades diferentes de cebola, vermelha, amarela, branca e verde, cada um com seu próprio sabor original, de muito forte a ligeiramente doce. Cebola podem ser comida cru, cozida, frita, seca ou assada. Elas são comumente usadas ​​para realçar o sabor em: saladas, sopas, e outros pratos.

Cebola (Allium cepa) pertence a mesma família do alho, alho-poró, cebolinha.São são mais de 600 espécies de Allium, distribuídas pelo mundo. As plantas podem ser usadas como plantas ornamentais, legumes, especiarias, ou como medicamento. Há mais de 120 diferentes usos documentados da cebola.

Cebola é caracterizada por seu conteúdo rico de thiosulfinates, sulfetos, sulfóxidos, e outros compostos de enxofre odoríferas. Os sulfóxidos de cisteína são os principais responsáveis ​​pelo sabor da cebola, responsável por irritar os olhos e causar as lagrimas, quando a cortamos ou descascamos. O thiosulfinates exibem propriedades antimicrobianas. A cebola é eficaz contra muitas bactérias, incluindo Bacillus subtilis, Salmonella e E. coli. A cebola não é tão potente quanto o alho no compostos de enxofre, a cebola tem apenas cerca de um quarto do nível encontrado no alho.

Cebola têm uma variedade de efeitos medicinais. Os primeiros colonos americanos usaram cebolas selvagens para tratar resfriados, tosse e asma, e para repelir insetos. Na medicina chinesa, cebola têm sido utilizados para tratar a angina, tosse, infecções bacterianas, e problemas respiratórios.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) suporta o uso de cebola para o tratamento da falta de apetite e prevenir a aterosclerose. Além disso, os extratos de cebola são reconhecidas pela OMS para proporcionar alívio no tratamento de tosses e resfriados, asma e bronquite. Cebolas são conhecidas por diminuir espasmos bronquiais.

As cebolas são uma fonte muito rica de oligossacarídeos. Estes oligômeros estimulam o crescimento das bifidobactérias saudável e suprimem o crescimento de bactérias potencialmente prejudiciais no cólon. Além disso, eles podem reduzir o risco de desenvolver tumores no cólon.

Cebolas contem uma série de sulfetos semelhantes aos encontrados no alho, que pode diminuir os lipídios do sangue e a pressão arterial. As cebolas são uma fonte rica de flavonóides, substâncias conhecidas por oferecer proteção contra doenças cardiovasculares. Cebola também são anticoagulante naturais já que possuem substâncias com atividade fibrinolítica e pode suprimir a aglomeração de plaquetas. O efeito anticoagulante de cebolas está intimamente correlacionada com seu teor de enxofre.

Extratos de cebola, rica em uma variedade de sulfetos, oferece alguma proteção contra o crescimento do tumor. Estudos na Grécia têm mostrado um alto consumo de cebola, alho e outras ervas allium para ser protetor contra o câncer de estômago.

A cebola têm um apelo universal. Elas são consumidas com segurança pela maioria das pessoas. No entanto, consumindo grandes quantidades de cebola pode levar a irritação gastrointestinal que pode resultar em náusea e diarréia.

 





Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *