Erva-de- santa-maria – Chá para que serve

Esta erva foi muito utilizada contra pulgas e percevejos em animais domésticos. Assim como na culinária Mexicana.

A Erva-de-Santa-Maria é uma planta com poderes medicinais. Ela também é conhecida popularmente por: Erva-de-santa-maria, ambrósia, ambrósia-do-méxico, ambrosina, anserina-vermífuga, apazote, caacica, canudo, chá-da-espanha, chá-do-méxico, chá-dos-jesuítas, cravinho-do-campo, cravinho-do-mato, erva-ambrosia, erva-das-cobras, erva-de-bicho, erva-do-méxico, erva-formiga, erva-formigueira, erva-lombrigueira, erva-mata-pulga, erva-pomba-rola, erva-santa, erva-vomiqueira, lombrigueira.

A erva-de-santa-maria tem propriedades: Abortiva, antiinflamatória, antiviral, aromática, anti-séptica, cicatrizante, diurética, estimulante, purgante, sedativa,  sudorífica, tônica, vermífuga.

Indicada para problemas respiratórios: asma, Bronquite, catarro, fortificante dos pulmões, gripe, infecção pulmonar, laringites, tosse. Melhora a cicatrização, circulação, indicada para câimbras, contusões.

O uso da erva-de-santa-maria em excesso pode causar efeitos colaterais como: náuseas, vômitos, depressão do sistema nervoso, lesões hepáticas e renais, surdez, transtornos visuais, problemas cardíacos e respiratórios.

 

Matérias Interessantes



10 Comments

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *