Galanga – Alpinia officinarum

Galanga é usada como especiaria e remédio

A galanga ou ‘Khaa “em tailandês, é semelhante ao gengibre. No entanto, um olhar mais atento vai revelar a diferença. Galanga tem uma pele mais fina e firme, é de cor mais clara e pode ter partes rosadas também. O sabor da galanga é mais apimentado do que o do gengibre.

Galanga é cultivada na maioria dos países asiáticos, mas foi colhida pela primeira vez para o uso na culinária e medicina na China e Java. Mas na Idade Média, a galanga já tinha viajado extensivamente, e já estava em uso comum em toda a Europa. Conhecido como “o tempero da vida”, galanga era usada como remédio, para tratar de surdez a doenças cardíacas e indigestão.

Durante os séculos 13 a 14, a galanga foi usada pelos povos turcos como um chá, e pelos árabes como um estimulante para os seus cavalos. Ele foi amplamente utilizado em todo o Oriente como um rapé para infecções nasais e na Europa e na Ásia como um estimulante do apetite e afrodisíaco.

Hoje em dia, a galanga ainda está em uso na Rússia, onde é usado para fazer vinagres, bem como licores. Ele também tem um próspero mercado na Índia, onde não só é valorizado como uma especiaria, mas também como um perfume para fazer desodorantes. Atualmente a galanga, no entanto, é mais comumente utilizada em países como a Tailândia, onde além de tempero é também um medicamento.

Galanga é comumente prescrita pelos homeopatas, veterinários e outros profissionais de saúde em terapeutas naturais, como um remédio eficaz para tratar doenças como:
– indigestão e doe de estômago
– enjôo e náuseas
– úlceras e inflamação do estômago
– reumatismo
– constipações, gripes, febres
– demência
– mau hálito
– diarreia
– má circulação sanguínea, especialmente nas mãos e pés
– tumores





Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *