Para o que é usada a Arnica Montana ? Benefícios, Efeitos Colaterais

Arnica Montana é usada na medicina homeopata para tratar dores musculares

Se você está interessado em conhecer mais sobre a mediciona homeopata, você vai gostar de saber para que é usada, beneficios e efeitos colaterais da Arnica Montana.

A Arnica tem uma longa história como remédio. Entrou em uso popular durante os anos 1500 e tradicionalmente tem sido usada para acalmar dores musculares e reduzir a inflamação causada por distenção muscular. A Arnica geralmente é o primeiro medicamento usados pelos homeopatas no tratamento de lesões ou mesmo após uma cirurgia.

Hoje em dia, a arnica geralmente é usada externamente em cremes e pomadas. É tomado apenas internamente em forma homeopática quando extremamente diluída. Pode causar sérios problemas quando é tomada internamente em qualquer outra forma.

Em algumas lojas de produtos naturais é possível encontrar o chá de arnica. Ele é usado para fazer chá que é usado em compressas e enxaguamentos dependendo da doença.

Como usar o chá:

Mergulhe uma toalha ou pedaço de tecido no chá quente e aplique na área machucada ou dolorida.
Adicione um litro de chá a um banho quente para criar uma imersão calmante.
Enxágüe os cabelos recém-lavados com o chá quente para incentivar o crescimento do cabelo.

Outros nomes populares da Arnica montana: arnica-das-montanhas, arnica-verdadeira, panacéia-das-quedas, quina-dos-pobres, tabaco-de-montanha, tabaco-dos-saboianos; arnica-verdadeira; echte arnika (alemão), arnica (espanhol, francês, inglês e italiano), arnicae (latim).

Para que a Arnica é usada ?

A Arnica pode ser usada externamente como um remédio tópico ou tintura. Nessas formas é usado para: entorses, estirpes, contusões, anti inflamatório, dores nas articulações, artrite, gota, herpes, feridas causadas pelo frio, cicatrização, bursite, eczema, picadas de insetos, crescimento capilar e acne.

Usos Internos da Arnica Homeopática

É muito importante que você nunca tome arnica montana internamente sob de qualquer forma, exceto a forma homeopática. Os chás e outras formas naturais podem causar sangramento gástrico severo e até morte. Na forma homeopática, a arnica é usada para no tratamento de: pós cirurgico, inchaço, choque, trauma, hemorragia, neuralgia, gripe, sangramento nasal, concussão, extração de dentes (ajuda na cicatrização), micção frequente, espasmos, incontinência, vômito com sangue, pedras nos rins, dor após o parto, ovários doloridos, rouquidão, amigdalite aguda, dor no tórax por tosse, agina, catapora, ansiedade, inquietação, glândulas linfáticas doloridas e epilepsia.

Como usar Arnica de forma correta

Usar homeopatia é muito diferente do uso de medicamentos alopáticos. Muitos remédios diferentes podem ser usados ​​para a mesma doença dependendo dos sintomas em cada pessoa. É importante, especialmente se você não está familiarizado com o tratamento homeopático, consultar alguém experiente no tratamento homeopático.

Efeitos colaterais e precauções

Arnica montana homeopática é uma forma tão diluída que, como todos os remédios homeopáticos, quase não há efeitos colaterais. Na verdade, é impossível sobredosagem em um remédio homeopático. As drogas homeopáticas não representam qualquer ameaça de interação com outras drogas. A hortelã, a cânfora e a cafeína irão interagir com um remédio homeopático então é importante evitar quando se estiver usando um dessas remédios. Podem ocorrer reações alérgicas ao usar cremes de arnica, unguentos e outras aplicações externas. Se ocorrer vermelhidão ou erupção cutânea, você deve parar de usar a arnica imediatamente. É importante abster-se de usar arnica em feridas abertas ou na pele rechada.

A Arnica pode ser muito eficaz quando usada de acordo com as instruções. Se você planeja usar remédios homeopáticos regularmente, é importante consultar um especialista na medicina homeopática.




Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *