Quebra-pedra – Phyllanthus niruri

Quebra-pedra é uma planta medicinal altamente benéfica

Quebra-pedra é originária da Índia, geralmente ocorrendo como uma erva daninha em todas as partes mais quentes. O gênero Phyllanthus contém mais de 600 espécies de arbustos. Phyllanthus niruri é uma erva da família Euphorbiaceae, que cresce até 60 cm. Phyllanthus  significa “folha e flor”, porque a flor, bem como o fruto, parecem tornar-se uma folha.

Recentemente, a quebra-pedra tem atraído a atenção de pesquisadores, devido às suas propriedades hepato protetora. A planta tem demonstrado ser eficaz no tratamento da hepatite viral B. Ela também é conhecida  na medicina chinesa pors suas propriedades de cura do  fígado.

A planta tem sido muito utilizada no Brasil e Peru como um remédio para pedras nos rins. Além de pedras nos rins, a planta é utilizada na Amazônia para inúmeras outras condições dos povos indígenas, incluindo cólicas, diabetes, malária, disenteria, febre, gripe, tumores, icterícia, vaginite, gonorréia e dispepsia.

Propriedades Químicas

Desde meados dos anos 1960, quebra-pedra tem sido objeto de pesquisa fitoquímica para determinar os componentes ativos e suas atividades farmacológicas. A planta é uma fonte rica de propriedades químicas, incluindo muitos que têm sido encontrados apenas no gênero Phyllanthus. Entre os principais estão: alcalóides, astragalin, brevifolin, ácidos carboxílicos, corilagin, cimeno, o ácido elágico, elagitaninos, gallocatechins, geraniin, hipofilantina, lignanas, lintetralins, lupeols, salicilato de metila, niranthin, nirtetralin, niruretin, nirurin, nirurine , niruriside, norsecurinines, phyllanthin, phyllanthine, phyllanthenol, phyllochrysine, phyltetralin,  quercetina, quercetol, quercitrina, rutina, saponinas, triacontanal e tricontanol.





Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *