Urtiga – Chá para que serve

Os benefícios a saúde por trás Urtiga

Rara é a erva que cresce praticamente despercebida em um campo e ainda se faz visível por contato. Esse é o caso da urtiga (Urtica dioica), considerada uma erva daninha pela maioria, mas agora uma estrela ascendente como um diurético e um tratamento para a hiperplasia prostática benigna.

Urtiga é um membro perene da família da Urticaceae. Ela é encontrada em campos, lugares de resíduos, e matas úmidas. Ambas as folhas e os caules fibrosos são cobertos com pequenos cabelos de sílica que ao serem tocados injetam um conjunto de compostos que causam ardor e irritam a pele, que geralmente dura cerca de uma hora, mas pode persistir por até doze horas em alguns indivíduos.

Usos tradicionais da Urtiga

Se você puder evitar o contato com os pêlos urticantes (usar luvas e mangas compridas, quando for colher as  folhas), você vai descobrir que a  urtiga é uma planta de muitos usos. As folhas da urtiga são um substituto para o espinafre e quando fervida são usadas para tratar o escorbuto. Elas também proporcionam fibra dietética. A erva seca pode ser polvilhada em saladas, sopas, legumes e outros alimentos para dar um sabor sutil salgado e uma fonte rica em ferro, magnésio, potássio, cálcio, vitaminas A e C e proteínas.

Alguns herbalistas consideram a urtiga um diurético, adstringente, e excelente no tratamento da anemia (devido ao seu alto teor de ferro). Acredita-se também que seja bom para purificar o sangue e estimular o fluxo de leite. Ambas as folhas em pó e o sumo fresco são usados para estancar hemorragia e tomada como um chá para diminuir o fluxo menstrual excessivo, bem como para o tratamento de sangramentos, hemorróidas e diarreia. O chá da urtiga também é considerado bom para estimular a circulação sanguínea e para tratar a acne leve e eczema.

Matérias Interessantes



7 Comments

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *