Uva-ursi – origem, benefícios

Uva-ursi para tratar cistites

A uva ursi é um pequeno arbusto perene encontrada principalmente em solos arenosos e ricos em cascalho. Morfologicamente, o arbusto pode ser distinguido por uma raiz fibrosa que irradia várias hastes.

Tradicionalmente, as folhas adstringentes têm sido utilizados para diarréia e disenteria e para infecções da bexiga e outras doenças do trato urinário. Na medicina popular as folhas são usadas para tratar bronquite.

A uva-ursi é atualmente um excelente exemplo de uma erva cujo uso seguro e eficaz é muito mais complicado do que simplesmente preparar um chá de ervas. Embora muitas vezes descrito como um “diurético”, a uva-ursi não promove a micção, mas serve como um anti-séptico urinário. Ele contém arbutin e methylarbutin que são transformados em hidroquinona no intestino. Depois de absorvido pelo intestino, que se liga a outros compostos na urina (se a urina é alcalina), formando dois produtos químicos adicionais que matam ou inibem as bactérias no trato urinário.

A uva-ursi é usada na formulação de cápsulas, comprimidos, chá e tinturas.

Por ser uma planta rica em taninos a uva-ursi, pode produzir dor de estômago, náuseas e vômitos. Se você tiver um estômago fraco, evite o uso da erva. Geralmente não é recomendado para crianças. Uso não deve ser continuado por mais de uma semana, exceto sob a orientação de um médico, porque o uso excessivo pode causar danos ao fígad. A uva-ursi também não deve ser usada por pessoas que tenham distúrbios renais e durante a gravidez.





Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *